Participam profissionais dos municípios de Alto Alegre, Amajari, Bonfim,
Cantá, Mucajaí, Normandia, Pacaraima, e Uiramutã.

 

    Mesmo em tempos de pandemia é preciso manter o trabalho para garantir as mudanças e avanços na assistência de saúde para a população. Por isso, nesta quinta-feira, 22, durante o dia inteiro, a equipe do CRSM (Centro de Referência de Saúde da Mulher Maria Luíza Castro Perin) esteve reunida, de forma remota, com profissionais do interior do Estado para tratar as medidas que poderão ser adotadas para fortalecer o acompanhamento do Pré-natal de Alto Risco em Roraima.

    Trata-se da 1ª Oficina de Estratificação de Risco em Pré-natal de Alto Risco que integra a metodologia de trabalho do PlanificaSUS, um projeto criado para fortalecer a integração entre a Atenção Primária de Saúde e Atenção Ambulatorial Especializada.

    Participam profissionais dos municípios de Alto Alegre, Amajari, Bonfim, Cantá, Mucajaí, Normandia, Pacaraima, e Uiramutã. A programação continua nesta sexta-feira,23, das 8h as 12h e de 14h as 18h, na sala do Programa Telessaúde, na sede da Sesau.

    De acordo com a diretora do Centro de Referência, Marilia Pinto, nestes dois dias de oficina estão sendo debatidos assuntos fundamentais que tratam da gestação de alto risco, incluído seus fatores de risco e as doenças mais comuns na gravidez, como foco na construção de um novo modelo de assistência à saúde.

    “A ação tem o intuito de fortalecer a toda  Rede de Cuidados à Saúde da Mulher na linha materno infantil, envolvendo as unidades de saúde do interior  e da capital, os municípios que participam são, que possuem Unidades Básicas de Saúde definidas como unidade laboratório, do projeto PlanificaSUS, que em Roraima está em retomando as atividades  através do Centro de Referência da Saúde da Mulher”, esclareceu.

    A diretora explica que em 2019 e início de 2020 foram realizados workshops, oficinas tutoriais e monitoramentos, mas com a pandemia foi preciso suspender as atividades, que estão sendo retomadas por meio de vídeo conferência.

    A medica obstetra, Cynthia Lins, que dialogou com as equipes do interior ressalta que é fundamental manter a união com os municípios para proporcionar um excelente atendimento para a população.

    “O primeiro dia de oficina foi fundamental para oficializar a função educacional da Unidade Laboratorial Especializada compartilhando informações e protocolos clínicos com a Atenção Primaria. Integrar os dois níveis de assistência fará com que a gente possa aperfeiçoar o método de trabalho tirando dúvidas sobre as ações realizadas para a atenção primaria, e aproximar essas assistências”, complementou.

    PLANIFICA SUS EM RORAIMA O projeto PlanificaSUS tem como objetivo apoiar o corpo técnico-gerencial das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, na organização dos macroprocessos da APS e da Atenção Ambulatorial Especializada (AAE), permitindo desenvolver a competência das equipes para o planejamento e a organização da atenção à saúde, com foco nas necessidades dos usuários sob sua responsabilidade, baseando-se em diretrizes clínicas, de acordo com o Modelo de Atenção às Condições Crônicas (MACC).

    Em Roraima as ações iniciaram em julho de 2019, ocorreram a partir da sua apresentação, com workshops, oficinas tutoriais e monitoramento, abrangendo inicialmente os municípios da Região de Saúde Centro-Norte, e, posteriormente deverá ser expandido para os municípios da Região de Saúde do Sul, do Estado.

    “Estamos capacitando toda a região centro-norte hoje, para que possam desempenhar e oferecer um atendimento mais humanizado para essas mãezinhas que mesmo com uma gravidez de risco tenham segurança e confiança nas nossas equipes, seja na cidade ou no interior” destacou o Coordenador Geral da Atenção Básica, Helder Fernandes.

 

ASCOM/SESAU
22.10.2020